Uganda e África do Sul na final do COSAFA Sub-17

A selecção de futebol do Uganda e da África do Sul irão disputar a primeira edição da final do Campeonato Feminino Sub-17 do Conselho das Associações de Futebol da África Austral (COSAFA), agendado para este domingo, dia 29 do mês corrente, no Estádio Francois Xavier, pelas 15:00 horas locais. A anteceder a este jogo, as formações do Botswana e da Zâmbia jogarão entre si para a atribuição do terceiro lugar, quando forem 11:00 horas, no mesmo local.

Com efeito, o Uganda venceu a sua similar do Botswana por  12-0, enquanto que a África do Sul teve que suar as estopinhas para levar de vencida a sua similar da  Zâmbia por 2-1??. Apesar de ter entrado a ganhar com o golo da artilheira Oyisa Marhasi (16´), melhor marcadora dam sua equipa, a Zâmbia viria a chegar ao golo de empate aos 27 minutos , com o golo de Maweta Chilenga.

Depois de alguns momentos de apreensão por parte da África do Sul, depois de terem saído em desvantagem ao intervalo, a perseverança e crença por parte da equipa de Simphiwe Dludlu, técnica das Bantwana Bantwana (nome de guerra da África do Sul) veio ao de cima. Nelly Gamede (49´) de livre directo marca e faz o 2-1, desfazendo qualquer possibilidade de o jogo ser decido aos penáltis, um cenário que já estava a ser equacionado  pela equipa contrária.

Lembrar que o Campeonato arrancou no passado dia 20 de Setembro devendo terminar a 29, tal como referenciamos  do mesmo mês, em Port Louis, Maurícias. Segundo o Regulamento da prova as equipas estão divididas em dois grupos, cada um contendo quatro equipas, com as duas primeiras melhores classificadas em cada grupo a avançar para as semifinais.

A África do Sul e a Zâmbia são os únicos países da COSAFA que ativeram a sua aparição no Campeonato Mundial da Categoria da Federação Internacional de Futebol (FIFA). A África do Sul conseguiu o feito em 2010 e 2018, enquanto a Zâmbia esteve lá em 2014.

Importa frisar também que apenas quatro nações da região COSAFA entraram nas eliminatórias qualificativas para o Mundial antes  – Botsuana, Namíbia, África do Sul e Zâmbia. Com o estabelecimento do Campeonato COSAFA Feminino de Sub-17, esse número deverá aumentar. Apenas cinco nações africanas entraram nas eliminatórias para a Copa do Mundo da FIFA 2010, com duas da região COSAFA – Botswana e África do Sul. Esse número saltou para 12 nas eliminatórias de 2018.

Najjenda brilha na goleada do Uganda

Fim de linha para o Botswana. Depois de um promissor percurso na fase de grupos que culminou com duas vitórias, uma derrota e nove pontos,  o Uganda deu o ponto final ao Botswana, conseguido o acesso as meias-finais da primeira edição do Campeonato Feminino Sub-17 da COSAFA.

As representantes da África Ocidental, que participam no evento na qualidade de convidadas, entraram na máxima força impondo uma forte pressão ofensiva as treinadas de Tapaphiwa Gaebolae, técnica do Botswana. Margret Kunihira, WFC do Uganda foi a primeira a desbravar o caminho para a vitória inaugurando o marcador a passagem do minuto seis (6). A mesma jogadora viria a marcar no minuto 35, numa jogada de contra-ataque envolvente que não deu hipóteses a defensiva contrária.

Sem deixar margens para duvidas, a equipa do Uganda  deixou transparecer que a passagem  para a fase seguinte passaria por uma vitória retumbante ante um adversário irreconhecível e  sem pernas para aguentar com os noventa minutos.

A ansiedade terá pesado no início de jogo do Botswana, apesar de uma aparente pressão com que entrou em campo. Instalada no meio-campo ofensivo, mas com pouca dinâmica, a equipa tsuana esbarrou na organização defensiva do Uganda, que acabou vencendo sem contestação.

Fauzia Najjenda (38´,45´, 46´, 62´, 65´ e 82´)  , foi no final quem estacou-se ao marcar seis golos na sua conta pessoal. Os restantes foram apontados por Nalukenge Juliet (14´, 25´e 47´), a melhor marcadora do Campeonato com  um total de 16 golos.

Please follow and like us: